Alberto Bitar lança quinto livro de fotografia no Circular

imemores_lanc_k_ko__002mail

“As exposições terminam, mas as publicações dão continuidade ao trabalho”.  A frase é a justificativa que leva o fotógrafo paraense, Alberto Bitar, numa busca incessante de sempre produzir um livro de cada série que entra no circuito de exposições. O mesmo motivo que levou à impressão do livro “Imêmores Voos”, resultado da última série de mesmo nome produzida e exposta no ano passado em Belém e que terá seu lançamento neste domingo na 12ª edição do Circular Campina/Cidade Velha, na Kamara Kó Galeria.

Alberto Bitar chegou ao seu quinto livro de fotografias inspirado nos voos feitos por aviões como Cessna 411, 421 ou o Beechcraft Baron nas décadas

de 70 e 80. A principal inspiração veio de dentro de casa, numa homenagem ao pai, Brahim Bitar, piloto de aviões de alguns dos modelos fotografados em Belém e em Santarém. O trabalho resultado da bolsa do então Instituto de Artes do Pará 2015, atual Fundação Cultural, aprofunda a pesquisa fotográfica que o autor vem trilhando sobre a relação da fotografia com a memória e os efeitos da passagem do tempo em objetos e lugares.

O livro integra uma coleção de publicações que iniciou numa das primeiras exposições do fotógrafo “Passageiro”, de 1992. De lá para cá, ele conseguiu realizar praticamente um livro para cada exposição: seguido por Efêmera Paisagem, Corte Seco e Súbita Vertigem. Durante o lançamento na Kamara Kó Galeria também será possível acessar os três últimos livros do autor.

sem_titulo_da_serie_Imemore_(voos)-Alberto_Bitar
sem título da série Imêmores (voos) – Alberto Bitar
sem_titulo_da_serie_Imemores_voos_01_Alberto_Bitar
sem título da série Imêmores (voos) – Alberto Bitar

O lançamento integra o conjunto de ações paralelas a exposição “Fluxo”, que traça uma retrospectiva do trabalho de Alberto Bitar, que é representado pela Kamara Kó Galeria, em comemoração aos 25 anos dele dedicados à fotografia. No dia 25 de junho, a galeria promove outro desdobramento da exposição com um bate-papo sobre a obra do artista partir das 9h com a pesquisadora Marisa Morkarzel. Alberto Bitar é um dos nomes mais  proeminentes da geração de fotógrafos paraenses, e tem parte desse percurso em exposição na galeria até o dia 2 de julho, com obras do acervo incluindo fotografias e vídeos.

Share On Facebook
Share On Twitter
Share On Google Plus
Share On Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *