Kamara Kó Galeria abre exposições de 2017 com “Distopias” de Flavya Mutran

Convite FM

A exposição “Distopias” de Flavya Mutran é composta por trabalhos das séries EGOSHOT, BIOSHOT e Mapas de Rorschach que estarão em exibição ao público a partir do dia 2 de Abril de 2017 na Kamara Kó Galeria. A mostra registra o conceito de distopia, pensamento antítese da utopia, refletido nas obras através da imagem da figura humana, que para a artista, põe em cheque várias relações sociais de poder provocadas pelo uso da fotografia por internautas que se colocam diante de câmeras e se expôem nas Redes Sociais.

As séries apresentadas foram produzidas entre 2009 e 2016, e parecem interligadas pela inquietante superexposição de rostos anônimos que tanto caracterizam o comportamento do homem contemporâneo na Era Digital. Contrários a ideia utópica do individuo que conquista seu espaço através a liberdade de expressão, esses rostos, por vezes disformes, lembram rabiscos incompletos presos em uma trama inacabada, complexa e indefinida.

2.egoshotOs EGOSHOTs, por exemplo, são multiexposições fotográficas resultantes de daily videos, espécie de diários digitais em que o internauta se fotografa diariamente na mesma posição por anos, registrando a passagem do tempo em minutos. Já os BIOSHOTs, por sua vez, tratam do complexo processo de produção social, política e ideológica que constitui um rosto. Produzidas usando um programa free commos da web, as fotos desta série são misturas dos traços fisionômicos de Flavya Mutran em matrizes prévias que combinam tipos físicos, sexos, raças, tempos e códigos diferentes.

A série ‘Mapas de Rorschach’ reúne livres interpretações visuais inspiradas nas pranchas criadas pelo su¡ço Hermann Rorschach. Elaboradas a partir de borrões em paredes, muros, pisos e tetos de Porto Alegre que remetem lembranças da fotógrafa de pessoas e lugares de Belém. As imagens dessa série sugerem leituras de superfícies como se fossem mapas para lugares onde segundo a artista “(re)encontra rostos que habitam entre essas duas cidades”. Esses rostos feitos de manchas são como rastros de apagamentos ou reinscrições de um trânsito que não se marca por distâncias, e sim por intensidades. São vestígios de trajetórias inconclusas como as pranchas deixadas por Rorschach que apontam para lugares utópicos, mentais. O rosto, percebido de longe e que se dilui na proximidade do detalhe, se estabelece como o território do afeto, onde a imaginação trafega livre de códigos e até‚ da própria indicialidade da linguagem fotográfica, adotada como plataforma de exibição.

19 - Série Mapas de Rorschach

 

Serviço – Exposição “Distopias”

Local: Kamara Kó Galeria

Endere‡o: Trav. Frutuoso Guimarães, 611 – Campina – Belém /PA

Entrada: Gratuita

Data: De 02 de abril a 20 de maio de 2017

Horário: De terça a sexta-feira – 15h às 19h / Sábado – 10h às 13h

Contato: (91) 3261-4809

Share On Facebook
Share On Twitter
Share On Google Plus
Share On Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *