Ionaldo Rodrigues, 1985. Belém-PA.

É fotógrafo da Fundação Cultural do Pará/Curro Velho. A produção autoral tem como eixos as relações entre historiografia, técnicas da cidade e imagem fotográfica. Desde 2015 edita o selo Prova Impressa, dedicado à experimentação de formatos e sentidos do fotográfico no plano gráfico. Em 2007 recebeu a Bolsa de Pesquisa em Arte do Instituto de Artes do Pará. Participou de algumas exposições coletivas, como “Gestos, relatos, escritas e autoficções”, montada no 5º Festival de Fotografia de Tiradentes (2015) e na CâmeraSete (Belo Horizonte, 2015), e de três mostras do Prêmio Diário Contemporâneo de Fotografia (Belém, 2011, 2014 e prêmio residência artística 2018). Realizou a exposição individual “Rebotalho” na Kamara Kó Galeria (Belém, 2015) e o trabalho “Drenagem” integra a Coleção Diário Contemporâneo de Fotografia no Museu Casa das Onze Janelas em Belém.